CÂNCER COLORRETAL

Atualizado: 2 de Dez de 2020

Também chamado de câncer de intestino, é o tumor que acomete a porção final do tubo digestivo, ou seja, o intestino grosso e o reto.


Ele é o 3º câncer mais comum em homens e o 2º em mulheres, sendo responsável por cerca de 8% das mortes por câncer no mundo.


Se trata de uma doença evitável, pois o rastreio com COLONOSCOPIA permite a detecção e remoção de pólipos colônicos, prevenindo a doença. Os PÓLIPOS são amontoados de células de crescimento anormal, que se diferenciam e tem o potencial de se tornarem tumor ao longo dos anos. Por essa razão, pessoas com história familiar ou com idade acima de 45-50 anos devem fazer o exame de forma periódica.


O câncer de intestino no início pode não apresentar sintomas, mas deve ser pesquisado sempre que houver alguma alteração abrupta no hábito intestinal normal, perda de peso inexplicada, sangramento anal espontâneo ou misturado nas fezes, anemia, ou ainda algum aumento, massa ou dor inexplicada no abdome ou no canal anal.


E os fatores que predispõem a maior risco, você sabe quais são?

  • Obesidade

  • Sedentarismo

  • Diabetes tipo 2

  • Dieta rica em carnes ultraprocessadas

  • Tabagismo

  • Etilismo

  • Idade acima de 50 anos (esse número cai pra 45 se você for preto)

  • História pessoal de pólipos, câncer colorretal ou doença inflamatória intestinal Familiar de 1º grau c/ câncer de intestino

  • Síndromes hereditárias como Lynch ou polipose adenomatosa familiar


Importante falar que quanto mais precoce for o diagnóstico, maiores são as chances de cura. Por isso a importância da colono.

E dá pra prevenir!

É preciso trabalhar c/ os fatores de risco modificáveis. A adoção de hábitos de vida saudáveis, com a prática regular de atividade física, dieta c/ alto consumo de fibras e baixo consumo de alimentos ultraprocessados, e a cessação do tabagismo e etilismo estão associados à redução do risco.

Cuide-se!

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo